Aplicativo ou Website? 7 Razões pelas quais os aplicativos são melhores

Sem dúvidas, estamos na era mobile – o número de usuários de dispositivos móveis hoje é maior do que o número de usuários desktop!

Consequentemente, as empresas perceberam a necessidade de usar efetivamente os canais móveis para atrair clientes. Mas, isso não é suficiente. Elas também precisam otimizar seus aplicativos e websites móveis para melhorar a experiência do usuário e aumentar suas taxas de conversão para que possam aproveitar ao máximo este canal.

Enquanto algumas empresas empregam tanto sites móveis quanto aplicativos, outras empresas podem ter que escolher um deles. A escolha entre aplicativos e websites móveis depende de seu custo, usabilidade, características necessárias e do público que atendem.

Dito isto, estudos mostram que os usuários preferem mais os aplicativos móveis do que os websites móveis. Isto é uma forte razão para criar aplicativos móveis para alcançar clientes potenciais (e existentes).

Além disso, há várias outras razões que tornam os aplicativos móveis melhores do que os websites móveis.

Abaixo está nossa lista dos 7 principais:

1. Os aplicativos móveis oferecem uma melhor personalização

A personalização consiste em oferecer comunicação personalizada aos usuários com base em seus interesses, localização, comportamento de uso, e muito mais.

Com aplicativos móveis, é fácil oferecer aos usuários com uma experiência personalizada. Usando uma ferramenta de teste de aplicativos móveis A/B, você também pode testar diferentes experiências para seus clientes.

Os aplicativos móveis podem permitir que os usuários configurem suas preferências no início, com base nas quais os usuários podem ser servidos com conteúdo personalizado. Os aplicativos também podem rastrear e observar o envolvimento do cliente e usá-lo para oferecer recomendações e atualizações personalizadas para os usuários. Além disso, eles também podem identificar a localização dos usuários em tempo real para fornecer conteúdo específico com base em geolocalização.

Entretanto, a melhoria da experiência do usuário não é o único propósito que a personalização serve. Ela também pode ajudar a melhorar a taxa de conversão dos aplicativos. Quando os usuários são mimados com conteúdo personalizado, eles têm uma chance maior de conversão, pois oferece um toque humano em oposição ao conteúdo genérico que se apresenta como bastante robótico ou automatizado.

2. Facilidade de envio de Notificações Push

Nas últimas duas décadas, o e-mail tem sido a ferramenta de comunicação empresarial mais utilizada. As empresas têm utilizado amplamente o e-mail (algumas quase abusaram dele) para chegar até seus usuários. Como resultado, o e-mail perdeu a eficácia que um dia teve; suas taxas de abertura e de cliques têm caído constantemente.

Não há motivo para preocupação.

Utilize as Notificações Push.

Estas notificações são de dois tipos: notificações push e in-app. Ambas são alternativas empolgantes para se comunicar com os usuários de aplicativos de uma maneira muito menos intrusiva.

A capacidade de enviar notificações instantâneas e não-intrusivas aos usuários é tão desejada que é uma das principais razões pelas quais muitas empresas querem ter um aplicativo móvel em primeiro lugar.

Notificações in-app são as notificações que os usuários só podem receber quando tiverem aberto um aplicativo. Notificações push, por outro lado, são aquelas notificações que os usuários podem receber independentemente de qualquer atividade que estejam fazendo em seu dispositivo móvel.

Já houve casos em que o meio de notificação push apresentou taxas de click-through de 40%.

3. Fazer uso de recursos de dispositivos móveis

Os aplicativos móveis têm a vantagem de utilizar recursos de um dispositivo móvel como câmera, lista de contatos, GPS, chamadas telefônicas, acelerômetro, bússola, etc.

Tais características do dispositivo, quando usado dentro de um aplicativo, podem tornar a experiência do usuário interativa e divertida.

Além disso, estas características também podem reduzir os esforços que os usuários teriam que fazer de outra forma. Por exemplo, os usuários que preenchem um formulário de assistência técnica podem precisar enviar sua fotografia do defeito ou problema para agilizar o processo ou orçamento. O aplicativo pode permitir que os usuários tomem a ajuda da câmera de seu dispositivo móvel para capturar e enviar uma fotografia.

Os recursos do dispositivo podem reduzir significativamente o tempo que os usuários levam para realizar uma determinada tarefa em um aplicativo, e podem até mesmo impulsionar as conversões.

Nota: Os websites móveis também podem usar algumas características de um dispositivo móvel como câmera, GPS, etc. Ainda assim, existem restrições tecnológicas e preocupações de privacidade na utilização de recursos multimídia de um dispositivo (que aplicativos móveis podem usar).

4. Nova experiência de branding

Como um aplicativo móvel é distinto do website de uma empresa, ele tem a liberdade de oferecer uma nova experiência de marca aos usuários. Isso significa que a empresa pode experimentar novos estilos de marca para o aplicativo, que podem ser diferentes do estilo de marca normal do website da empresa (ou da empresa no seu conjunto).

Indo um passo além, as empresas podem construir aplicativos móveis especificamente para fazer a transição para um novo estilo de marca para si mesmas.

Além disso, um aplicativo móvel também pode permitir que os usuários personalizem sua aparência, de acordo com o gosto dos usuários. Isto pode ajudar ainda mais na frente de personalização do aplicativo.

Nota: O conceito de microsites funciona em linhas similares. Os microsites oferecem uma experiência de marca distinta aos usuários, em comparação com seus websites de origem. Eles são freqüentemente usados para promover uma sub-marca, um evento, ou um serviço recém-lançado.

5. Os usuários gastam mais tempo com os aplicativos

Os usuários móveis gastam 86% de seu tempo em aplicativos móveis e apenas 14% do tempo em websites móveis.

Além disso, um estudo da eMarketer concluiu que os usuários gastam mais de 90% de seu tempo móvel em aplicativos, ao contrário da web móvel.

Nota: Um ponto a considerar aqui é que os usuários gastam a maior parte de seu tempo em aplicativos de jogos e aplicativos de mídia social.

Nota: Também não temos dados que nos digam quais usuários de websites móveis visitam com mais freqüência (dos 14% de seu tempo mencionados acima). Portanto, não é possível fazer uma comparação.

 

6. Novo canal de conversões

Se você está procurando aumentar as conversões, os aplicativos móveis podem ser um ótimo meio de empurrar os usuários para o fundo no funil de conversão.

Os aplicativos móveis podem ser usados para adquirir tanto usuários do topo do túnel quanto do fundo do funil.

Por exemplo, aplicativos utilitários podem trazer usuários de topo, que podem ser posteriormente nutridos para chegar ao fundo de funil. Por outro lado, aplicativos como o eCommerce já têm usuários de fundo de funil, que têm uma maior possibilidade de conversão.

Complemento: Uma vez que os aplicativos móveis são muito mais direcionados na natureza (através de seu conteúdo e utilidade), eles podem ser usados para tocar usuários específicos no funil. Os sites móveis, em contraste, alcançam um conjunto diversificado de públicos.

7. Presença da marca

Os usuários gastam uma parte substancial de seu tempo em dispositivos móveis. É seguro dizer que muitos dos usuários encontram os aplicativos que instalaram em seus dispositivos, quase todos os dias. Este encontro regular pode ser visto como uma oportunidade de branding para os aplicativos.

Mesmo quando os usuários não estão usando ativamente um aplicativo móvel, eles ainda são lembrados da marca associada ao aplicativo. O ícone do aplicativo age como um mini-anúncio para a marca.

A presença de um aplicativo em um dispositivo do usuário ajuda a influenciar a percepção do usuário sobre uma marca, subconscientemente.

Este comportamento do usuário pode ser ligado à Teoria da Detecção de Sinal, que sugere que os usuários processem até mesmo aqueles anúncios que eles ignoraram em algum nível em suas mentes.

Aplicativo Móvel X Site Móvel – o que você deve escolher?

Desenvolver tanto o site móvel quanto o aplicativo móvel para seu negócio pode se revelar um processo caro e você pode ter que escolher um dos dois canais, com base em seu orçamento e em seus objetivos comerciais. Enquanto ambos os canais têm seus próprios prós e contras, os aplicativos móveis, especialmente, podem ajudá-lo a obter maiores conversões e retenção. Os aplicativos móveis oferecem maior personalização e eficiência operacional, juntamente com várias outras características exclusivas. Com o App Rápido você pode criar seu próprio aplicativo sem precisar programar e por um valor investimento baixo em comparação com o investimento para a criação de um website. Saiba mais CLICANDO AQUI.

Entretanto, uma vez projetado um aplicativo móvel inteligente, como você garante que ele também cumpre com todas as suas promessas e impulsiona o crescimento pretendido para seu negócio, em vez de ser apenas mais um canal que você tem que gerenciar e manter? Bem, a resposta é simples – você a testa com rigor.

O teste do aplicativo móvel que você melhore constantemente sua experiência de usuário no aplicativo, experimentando recursos, fluxos de aplicativos e outras mudanças baseadas na IU para melhorar seu engajamento, conversão e taxa de retenção. Portanto, ao mesmo tempo em que ter um aplicativo móvel em funcionamento é definitivamente o primeiro passo para se envolver com um segmento de audiência totalmente novo, otimizá-lo continuamente o ajudará a conduzir melhorias tangíveis em suas principais métricas de negócios.

Posted in BLOG

Empresa Especializada em Criação de Aplicativos
PROGRAMA BETA TESTERS

PARTICIPE!

Se apresse! São apenas 100 vagas.
QUERO PARTICIPAR!
PROGRAMA BETA TESTERS

PARTICIPE!

Se apresse! São apenas 100 vagas.
QUERO PARTICIPAR!